6 Maneiras de Ganhar Dinheiro na Crise

Em tempos de crise, uma renda extra sempre cai bem, não é mesmo?

O Brasil vive um difícil período de crise e, em nossas carteiras, apenas pó e cartões de crédito que já estouraram o limite no meio do mês. O desespero bate, os cabelos são arrancados e a preocupação tira até mesmo a única coisa boa que a vida dá de graça: o sono. A crise bateu a porta de todos. O dinheiro ficou curto, o lazer teve de ser reduzido e o trabalho dobrado. Porém, mesmo após inúmeras horas extras no escritório, o dinheiro não é grande ganho. É necessária outra solução.

E uma ótima forma é uma renda extra além do emprego comum. Deixar o emprego nas suas 8 horas/dia habituais e focar-se em outros ramos, em algo que possa render alguns bons frutos no futuro. Algo que seja substancial ao fim do mês, e não aqueles trocadinhos por mais três horas em frente ao computador olhando a cara de seu/sua chefe.

maneiras de ganhar dinheiro na crise

Como ganhar dinheiro na crise

 
 

Maneiras de Ganhar Dinheiro na Crise

A internet é uma ferramenta que conecta milhares e milhares de pessoas, certo? Certo. Ela pode ser usada como seu escritório e/ou loja, certo? Certo. Então, por que não utilizá-la para vender, propagar, negociar e usufruir desse benefício?

A internet é uma ótima sacada para quem deseja uma renda extra sem precisar se deslocar para um segundo emprego, ficando em casa e, dessa forma, passando mais tempo com a família. Neste artigo, traremos algumas dicas para você ter sua renda em casa a partir do auxílio da internet.

1. Comida

Doces e salgados, todos amam. Comida é algo que, se vendido por um preço certo, atinge uma gama considerável de pessoas. Criar uma página no facebook é simples, propagá-la então, mais ainda. Faça doces ou salgados a um preço baixo, pequenos docinhos ou petiscos, algo que seja fácil e rápido de ser comido e que mate a vontade do estômago do cliente.

Crie a marca no Facebook e venda por ali ou, outra ideia, é aproveitar as feiras ou eventos que contem com um grande número de pessoas, forme uma pequena barraquinha com a marca criada no Facebook e venda suas especiarias. Em um domingo no parque, você pode aproveitar sua família e ganhar um dinheiro extra.

2. Aulas particulares

Tem algum talento que pode ser repassado a alguém ou habilidade em alguma disciplina escolar? Então aulas particulares nas horas livres é uma maneira perfeita de ganhar aquele dinheirinho extra. Idiomas, matemática, violão… tudo é válido.

Anuncie no Facebook, em páginas especializadas, solicite às escolas que você prenda alguns panfletos pelas paredes. Aulas particulares são sempre muito bem requisitadas.

3. Formatação de trabalhos acadêmicos

Aprender as regras da ABNT que mudam anualmente é chato? Claro que é, não se pode negar. Porém, é um aprendizado de um fim de semana que pode render frutos no futuro. Estudantes de universidade estão sempre em busca de pessoas que formatem seus trabalhos segundo as regras que mudam quase como a temperatura na cidade de São Paulo durante o dia.

Vá às universidades, prenda panfletos, anuncie nos grupos de universitários do Facebook em épocas de monografia. É uma ótima forma de conseguir um dinheirinho.

4. “Marido de aluguel”

Aqui você pode ser homem ou mulher. Não há distinção de gênero, o nome é apenas como se é culturalmente conhecido. Trabalhos diários de casa são sempre muito requisitados. Encanador (a), carpinteiro (a), e até mesmo uma troca de chuveiro… enfim, uma gama de possibilidades.

Anuncie em grupos especializados em anúncios de emprego, lá você encontrará pessoas buscando por esse serviço. Um texto bacana e uma boa apresentação auxiliam muito.

5. Trabalhos freelancer

Fotógrafos e escritores são sempre procurados em várias áreas do mercado para atuar como freelancer. Se você tem essa habilidade, candidate-se com uma boa apresentação numa página do Facebook própria.

Anexe um portfólio com textos e/ou fotos e envie às empresas que possam contar com seus serviços.

6. Social Media

Para aquele pessoal da área da comunicação (como no tópico anterior) um trabalho de social media é sempre requisitado por empresas que desejam alavancar suas páginas no Facebook e trabalhar melhor a imagem.

Vá de porta em porta oferecendo seu trabalho, monte um portfólio e apresente às empresas como um trabalho a ser realizado sem vínculo empregatício.

Veja também:

 

5 Comentários

  1. Sérgio Alencar Buslik 31 de dezembro de 2016
  2. Alessandro 15 de Março de 2017
  3. Rafael 15 de Março de 2017
  4. Luiz Costa 18 de Abril de 2017
  5. Marcos Antonio Gomes Cordeiro 2 de agosto de 2017

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *